Cogepe - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

O que há de mais importante na Fiocruz Adicionar o RSS

Foto: Evânia Galindo

Evânia Galindo

Evânia está na Fiocruz há 11 anos, 4 deles como servidora, na unidade regional de Pernambuco (CPqAM). Vencedora do Prêmio Sérgio Arouca de Gestão Participativa no SUS em 2005, nesta entrevista ela fala um pouco mais sobre sua trajetória na Fundação.

Há quanto tempo você trabalha no CPqAM?

Em 1999 ingressei na Residência Multiprofissional em Saúde Pública do CPqAM. Ao concluir a residência, em 2001, fui convidada para atuar como pesquisadora assistente em duas pesquisas na área de saúde ambiental. Desde então atuei em seis pesquisas; ministrei aulas na pós-graduação latu e stricto sensu, assim como em alguns cursos de capacitação; prestei consultoria ao Comitê de Ética em Pesquisa; atuei na orientação de bolsistas e em bancas examinadoras; até que em 2006 fui aprovada no concurso público e ingresso como servidora no cargo de Analista de Gestão em Saúde.

Já trabalhou em outras unidades da Fiocruz?

Não, apenas proferi duas palestras em 2008, sendo uma organizada pelo Programa de Implantação do Campus Fiocruz da Mata Atlântica, e a outra pela Casa de Oswaldo Cruz.

Quais atividades desenvolve atualmente?

Atualmente atuo como secretária executiva da Comissão Interna de Biossegurança, sou integrante da Comissão de Gestão Ambiental – responsável pela elaboração do Plano Diretor Ambiental do CPqAM, e sou membro do Comitê de Ética em Pesquisa.

Você recebeu a menção honrosa do Prêmio Sérgio Arouca de Gestão Participativa no SUS em 2007 e o primeiro lugar em 2005, não é verdade? Fale um pouco mais sobre os trabalhos que você desenvolveu que fizeram com que você recebesse estas homenagens.

Sim, em 2005 fui premiada na categoria Trabalho Acadêmico (1º lugar), com o artigo intitulado “Articulação Intersetorial para Construção de uma Cidade Saudável: Saúde e Saneamento no Recife (gestão 2001/2004) - Estudo de Caso”, resultado da Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento Urbano, defendida em 2004 na Universidade Federal de Pernambuco.

Em 2007 fui premiada novamente na categoria Trabalho Acadêmico (Menção Honrosa) com o artigo intitulado “Controle Social no SUS: participação enquanto instrumento para desenvolvimento do capital social”, fruto da experiência como monitora do Curso de Capacitação de Conselheiros Estaduais e Municipais de Saúde, promovido pelo CPqAM no período 2004/2006.

Na sua opinião, qual a importância do CPqAM para o estado de Pernambuco? 

O CPqAM, enquanto instituição de ensino e pesquisa, desempenha um papel estratégico no enfrentamento dos problemas de saúde pública do estado de Pernambuco e do Nordeste. Isto resulta de sua atuação na produção e disseminação de conhecimento, bem como na inovação tecnológica e serviços de referência em diversas áreas da saúde pública, contribuindo de maneira efetiva para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

De maneira mais geral, o que você acha do processo de expansão da Fiocruz para outros estados do País?
 
A Fiocruz, enquanto instituição centenária na área de saúde pública, tem dado uma contribuição singular para a saúde pública brasileira. E, sem dúvida, o processo de expansão para outros estados só vem a referendar o seu papel estratégico na consolidação da política pública de saúde do país.

O que representa a Fiocruz e o CPqAM para você?

Sem dúvida, trabalhar na Fiocruz representa uma grande conquista – pessoal e profissional – justamente por ter a possibilidade de atuar numa instituição que tem respaldo científico, técnico e político de grande envergadura. O CPqAM, por sua vez, tem um papel marcante na minha vida, pois mesmo tendo cursado o mestrado e o doutorado na UFPE, foi aqui que construí a minha trajetória profissional. É aqui que estão as minhas referências.
Entrevista publicada em 04.05.2010 - Foto: Comunicação/CPqAM

Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Figueiredo de Vasconcelos/ Sala 215 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21040-360

Tel: (21) 3836-2200/ Fax: (21) 3836-2180

Ver mapa