Cogepe - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

O que há de mais importante na Fiocruz Adicionar o RSS

Foto: Roseli da Fonseca Rocha

Roseli da Fonseca Rocha

Sendo o IFF uma instituição que presta serviços direcionados à política social de saúde, além de promover pesquisas relativas à criança, estudos e pesquisas biomédicas sobre maternidade, infância, adolescência e problemas sociais correlatos, a assistente social Roseli Rocha considera a atuação da sua área fundamental na Unidade.

Qual sua formação?

Assistente Social e Mestre em Política Social pela Escola de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense.

Quantos anos de trabalho na Fiocruz?

No dia 21 de fevereiro deste ano tomei posse como Tecnologista Junior na Fiocruz. Sou ainda uma neófita nesta importante instituição de saúde.

Quais suas atividades no IFF?

Sou assistente social e atuo numa equipe interdisciplinar na enfermaria pediátrica. A partir de uma perspectiva de humanização do atendimento e do fortalecimento da cidadania, desenvolvo minhas atividades profissionais
junto aos pais, mães e outros familiares das crianças internadas, orientando e viabilizando serviços e políticas que garantam o direito à saúde integral.

Como foi ser homenageada com o Diploma Mulher-Cidadã Leolinda de Figueiredo Daltro ?

Senti-me muito honrada, pois esse diploma vem sendo concedido desde 2002 pela Comissão de Direitos da Mulher da ALERJ a dez mulheres que se destacaram em defesa dos direitos humanos das mulheres do Estado do Rio de
Janeiro, sobretudo por serem ícones e propositoras de políticas públicas sob a perspectiva de gênero. Ter sido homenageada pela minha participação à frente do Centro Especial de Orientação à Mulher Zuzu Angel, São Gonçalo - oportunidade que tive de aprender e contribuir com a superação da violência que as mulheres são vítimas - deu-me a certeza que muito temos que fazer para que de fato tenhamos políticas públicas voltadas para a equidade de gênero no país. Além de ter estado na cerimônia aplaudindo, fui também aplaudida por um plenário lotado por mulheres e homens de todo o Estado. Imagina você ter o coro do Teatro Municipal do Rio de Janeiro cantando 'Carmem' para você?

Qual a importância da sua função num hospital de referência na área de saúde da mulher e da criança?

Acredito que a atuação do (a) assistente social em qualquer área de política social, é imprescindível, pois, temos como princípio ético a defesa da garantia dos direitos sociais. Assim, sendo o IFF uma instituição que presta serviços direcionados à política social de saúde, cujo público-alvo é composto por mulheres e crianças, a participação do (a) assistente social é sine qua non. Essa população - mulheres e crianças - historicamente sempre constituiu público demandatário da nossa intervenção profissional. Todavia, há de se destacar, que a qualidade que torna o IFF uma referência nacional para a saúde da mulher e da criança, se deve ao compromisso de todos os profissionais, sejam eles assistentes sociais, médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos, nutricionistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e tantos outros, que atuam numa perspectiva interdisciplinar e atenção a saúde integral.

Como vê o apoio e orientação à gestação na adolescência realizado pelo IFF?

Vejo como um processo importante, que deve envolver além das adolescentes, os seus companheiros, pais, educadores, profissionais de saúde e toda a sociedade. Penso que não podemos discutir a gravidez na adolescência fora da perspectiva das relações de gênero. Embora, o "bônus ou ônus" de uma gravidez em tenra idade seja mais forte para as mulheres, em especial, para as meninas, a sociedade não pode eximir os homens de suas responsabilidades paternas, que envolvem tanto os compromissos éticos e legais do cuidado com a criança que vai nascer, como o apoio emocional e social às mães de seus filhos. A partir dessa perspectiva, a reflexão sobre a responsabilização da gravidez na adolescência, pode encontrar nos profissionais de saúde , bem como nos da área de educação, importantes aliados para a garantia de uma gravidez desejada e planejada.

O que é a Fiocruz para você?

Trabalhar na Fiocruz é uma excelente oportunidade para o desenvolvimento e aprimoramento profissional. Atuar numa instituição que te proporciona exercer suas habilidades profissionais nas áreas da assistência, do ensino e
da pesquisa é ter uma oportunidade ímpar de ser ou tornar-se um profissional completo. Sinto-me honrada por ser profissional de uma instituição que é uma referência de política de saúde para o mundo. Porém, como mulher negra, de ascendência africana, fico mais feliz ainda e orgulhosa de estar numa instituição que se preocupa com a saúde dos paises africanos - que têm tido sua população dizimada pela proliferação da AIDS. Embora, seja ainda uma experiência embrionária, aposto no sucesso da cooperação do Brasil, através da Fiocruz, com os paises africanos.

 


Entrevista publicada em 04.04.2008 - Foto: Comunicação/IFF

Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Figueiredo de Vasconcelos/ Sala 215 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21040-360

Tel: (21) 3836-2200/ Fax: (21) 3836-2180

Ver mapa