Cogepe - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

O que há de mais importante na Fiocruz Adicionar o RSS

Foto: Eduardo Volotão

Eduardo Volotão

Eduardo de Mello Volotão é assistente de pesquisa do Laboratório de Virologia Comparada do mais moderno pólo de pesquisa em virologia da América Latina, o Pavilhão Helio e Peggy Pereira (HPP) do Instituto Oswaldo Cruz (IOC).


Há quantos anos está na Fiocruz?
Trabalho na Fiocruz há quase três anos. Fui convidado, em novembro de 2005, para integrar a equipe de pesquisa do Laboratório de Epidemiologia Molecular, do Departamento de Medicina Tropical do IOC, onde permaneci até fevereiro de 2006. Em junho de 2006, iniciei o pós-doutorado no Laboratório de Virologia Comparada e fui contratado, em novembro de 2006, no quadro efetivo do IOC, lotado no mesmo laboratório.

Qual a sua formação?
Sou Bacharel em Microbiologia e Imunologia, formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2000. Fiz mestrado e doutorado em Ciências Biológicas, na área de virologia, no programa de pós-graduação do Instituto de Microbiologia Prof. Paulo de Góes da UFRJ.

Quais atividades desempenha no Laboratório de Virologia Comparada do IOC?
Minhas atividades no Laboratório de Virologia Comparada estão diretamente relacionadas à pesquisa de vírus da gastrenterite, desenvolvimento e aplicação de metodologias, vacinas virais, além do ensino de nível técnico e de pós-graduação. Outro ponto importante está na participação do Serviço de Referência em Gastrenterites Virais, através da realização de exames de referência de atividades clínicas e laboratoriais, assessoria externa de abrangência nacional e internacional, participação de reunião técnica de abrangência nacional e internacional, e formação e treinamento de Recursos Humanos de abrangência nacional e internacional.

Como se sente em trabalhar no mais moderno pólo de pesquisa em virologia da América Latina?
Sinto-me honrado e muito orgulhoso em fazer parte dessa equipe. Nesse pólo, são realizados trabalhos de vanguarda. O Laboratório de Virologia Comparada conta com pesquisadores de renome internacional e permite a um profissional com a minha formação todas as condições necessárias para evoluir e contribuir para o desenvolvimento do conhecimento nessa área em nosso país e no mundo.

Quais são suas metas na Fiocruz?
Contribuir para o crescimento e o reconhecimento institucional em todas as minhas áreas de atuação.

Tem trabalhos publicados?
Desde a graduação, minha intenção foi trabalhar com a pesquisa na área de virologia e venho publicando trabalhos em revistas indexadas de circulação internacional. Até o momento, tenho 12 artigos publicados.

O que é a Fiocruz para você?
No meu ponto de vista, a Fiocruz é uma das instituições mais importantes do país, sendo considerada uma das mais importantes em saúde pública no mundo. Eu tenho o maior orgulho de trabalhar na Fiocruz, que tem como objetivos promover a saúde e o desenvolvimento, gerando e difundindo conhecimento científico e tecnológico não só no Brasil, como no mundo. Entrevista publicada em 20.08.2008 - Foto: Arquivo pessoal

Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Figueiredo de Vasconcelos/ Sala 215 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21040-360

Tel: (21) 3836-2200/ Fax: (21) 3836-2180

Ver mapa